Como permanecer na fe’ com teorias assim?

Você escreveu desconsolado e com sua fé abalada pelo vídeo que assistiu, o qual tenta provar que Jesus não passaria de um plágio de lendas e fábulas pagãs da antiguidade. Você pergunta: “Como permanecer na fé tendo histórias idênticas e mais antigas que a de Cristo?”. A resposta é evitando essas histórias “idênticas” porque elas não passam de teorias conspiratórias (que conspiram contra a fé). O costume de se ocupar com teorias conspiratórias já é considerado hoje uma forma de vício semelhante às drogas, álcool e pornografia, pois sua ocupação acaba afetando o estado mental e a personalidade dos que se ocupam com elas. Como?
===============
Não sou pastor, padre ou clérigo. Não estou ligado a qualquer denominação ou organização religiosa. Congrego somente ao nome do Senhor fora do sistema denominacional, sem templos, líderes, sacerdotes, dízimos e coisas semelhantes.

As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros.

(0)

Category: O que Respondi